Onde o sol renasce

21 Jun 2017

Florença é uma cidade muito querida pelos turistas brasileiros, ou melhor, por todos os turistas do mundo! A cidade está cada vez mais cheia, a qualquer época do ano. No meio de tanta gente, será que é possível encontrar um pouco de tranquilidade para apreciar o pôr-do-sol? Bem, nós tentamos! E como estamos falando de uma cidade tão bela, não foi em um único lugar, foram vários!! Separamos 3 deles para contar e dar algumas dicas.

 

 

1: Ponte Vecchio

 

A mais famosa ponte da cidade é também um ótimo lugar para curtir o fim da tarde. Bem, na verdade, a ponte fica muito movimentada sempre, então para ficar um pouco mais sossegado, o melhor lugar é na mureta da rua ao lado da Ponte Vecchio. O nome da rua é Lungarno degli Acciaiuoli.

Deste ponto também se vê a ponte mais à frente, a Ponte Santa Trinità, que fica lotada de pessoas esperando o pôr-do-sol!

E, do ladinho, a Ponte Vecchio iluminada!

E o Rio Arno espelhando o espetáculo!

 

2: Piazzale Michelangelo

 

A Piazzale Michelangelo é um ponto imperdível para quem vai a Florença, pois é de onde se tem as melhores vistas da cidade, e de graça!

Para chegar lá, é possível a pé, se você estiver disposto a enfrentar uma boa subida! Fizemos isso uma vez e não quisemos fazer de novo hehe, da segunda vez foi de táxi, mas também há ônibus que para na praça. A dica é deixar para voltar a pé, aproveitando as vistas, já que na descida fica tudo mais fácil!

Além do rio Arno e suas pontes, o Duomo e as outras igrejas da cidade, também é possível ver a muralha da antiga cidade medieval.

O lugar é lindo, vale a pena ir a qualquer hora, mas se for no horário do pôr-do-sol, melhor ainda! A praça tem uma escadaria que fica lotada nessa hora, então, como sempre, é bom chegar com antecedência.

Não necessariamente você vai precisar sentar nessa escadaria, o mirante é bem grande, e há também um nível inferior com um bar/restaurante, o Vip’s Bar.

Outra dica é aproveitar para fazer o “aperitivo”! É um costume italiano parecido com o nosso happy-hour, mas funciona assim: você pede um drink e ganha as comidinhas. O drink mais pedido é o Aperol Spritz, mas também pode ser uma taça de vinho ou uma cerveja, e geralmente são servidas batatas-fritas, azeitonas, amendoim, etc.

Aí é só curtir! Como diz um amigo nosso: “quer o quê mais que isso?!”

 

3: Palazzo Vecchio

 

Na Piazza dela Signoria encontra-se um símbolo da cidade, o Palazzo Vecchio, antiga residência da corte fiorentina. Todo mundo que vai a Florença passa por ali, seja para visitar o próprio palácio, ou apenas pela curiosidade de ver o David de Miquelângelo, mesmo que seja a réplica, que fica em frente à entrada do palácio.

Nós, além de tudo isso, claro que avistamos neste lugar um bom mirante para o pôr-do-sol!

Existem vários tipos de bilhetes para visitar o Palazzo Vecchio. O que nos interessava era “Museu + torre”. Porém, não foi tão simples assim. Vou explicar o que aconteceu, para que quando vocês forem, não tenham o mesmo problema:

 

Antes de ir, procuramos no site http://musefirenze.it/attivita/ os horários e valores dos ingressos. Porém, ao chegar, nos informaram que várias salas do museu estavam fechadas, inclusive o magnífico Salão dos Quinhentos, não sendo, portanto, interessante a visita ao museu. Ainda seria possível visitar a torre, que ficaria aberta até às 21:00. Já no dia seguinte, uma quinta-feira, o palácio todo fecharia para visitas às 14:00. Como o que nos interessava era ver o pôr-do-sol, que aconteceria por volta das 20:40, compramos apenas o bilhete para visitar a torre. Antes de subir na torre, é possível andar pelo “Camminamento di Ronda”, onde os soldados ficavam para defender o edifício de ataques. Deste lugar já é possível avistar vários pontos da cidade: a própria Piazza dela Signoria, o Duomo...

Também deu para ver até a Piazzale Michelangelo, com seu mirante e escadaria sempre lotados de turistas!

 

Ainda tivemos mais um imprevisto: ao comprar o ingresso, perguntamos qual seria o último horário para subir e se havia tempo máximo de permanência. Nos informaram que o último horário era 20:30 e que poderíamos ficar até às 21:00. Resolvemos subir um pouco antes das 20:00, entregamos os bilhetes para uma mulher que os escaneou e, só depois disso, havia uma placa informando que o tempo máximo na torre seria de 30 minutos. Ignoramos a informação e lá fomos nós curtir a vista e o pôr-do-sol embaixo dos sinos...

Até que um guardinha veio nos avisar que nosso tempo havia acabado e teríamos que descer. Tentamos argumentar que não nos informaram corretamente e que estávamos esperando o pôr-do-sol, mas a choradeira não adiantou. Então descemos e ficamos vendo o sol ir embora na região do “Camminamento di Ronda”

Isso serviu para ver que mesmo pesquisando e planejando os passeios, sempre podem ocorrer imprevistos que você só descobrirá no local, ou, se tiver sorte, já vai ter lido em algum blog por aí e vai estar esperto!

 

Então, já escolheu onde irá curtir o pôr-do-sol quando estiver em Florença?

Compartilhar no Facebook
Please reload

Posts Em Destaque

3 dias em Viena!

14 Nov 2019

1/3
Please reload

Posts Recentes

14 Nov 2019