Pôr-do-sol mineiro, uai!

21 Apr 2017

Todos nós brasileiros sabemos que nosso país tem lugares lindos, tanto belezas naturais desde praias magníficas até serras charmosas, picos de tirar o fôlego, rios, cânions e muito mais, assim como lugares históricos, de norte a sul. Sem falar na gastronomia, para todos os paladares, fruto da diversidade e miscigenação de culturas. Bom, chega de blá blá blá, essa introdução é para começar a contar um pouquinho da nossa passagem por Ouro Preto, lugar que combina história, paisagens naturais e comida boa!

Se prepare para subir ladeiras! Esse é o aviso principal a todo turista que vai a Ouro Preto. Apesar de estarmos de carro, no centro histórico é difícil achar onde estacionar, então o carro acabava ficando longe e haja pernas! Mas nada que uma boa refeição mineira não ajude a dar conta!

 

Nosso pôr-do-sol em Ouro Preto não foi planejado. Era fim de tarde e resolvemos sentar nas escadarias da Igreja Nossa Senhora do Carmo, essa da primeira foto, que fica ao lado da Praça Tiradentes e do Museu da Inconfidência, ponto de passagem de todos os turistas.

 

Quem vai a Ouro Preto pode ficar um pouco perdido com tanta igreja, sem saber qual visitar. Nestes casos, buscamos ajuda no Trip Advisor. Na minha opinião, as principais, que não podem ficar de fora são estas duas:

- Igreja de São Francisco de Assis: obra-prima de Aleijadinho;

- Basílica de Nossa Senhora do Pilar: considerada a 2ª igreja mais rica em ouro no Brasil. É também uma das mais difíceis de achar pelas ladeiras da cidade, pois fica numa baixada.

 

Os horários de visitação nas igrejas variam, cada uma tem seu horário, não ficam abertas o dia todo. Não encontrei um site confiável para verificar, mas basicamente ficam fechadas às segundas-feiras e no horário de almoço. Ao lado do Museu da Inconfidência havia uma placa com o horário de funcionamento de algumas igrejas.

 

O largo em frente à Igreja de Nossa Senhora do Carmo é um bom lugar para parar, descansar do sobe e desce e apreciar a cidade com suas muitas igrejas espalhadas pelos morros.

A noite chegando e ali pertinho estava a rua Conde de Bobadela, ponto imperdível também para quem visita Ouro Preto, com seus cafés, lojinhas e restaurantes, um bom lugar para passar um tempinho, seja antes ou depois do sol se pôr, comer um tutu à mineira ou apenas tomar um cafezinho!

 

Ouro Preto e região são mais um bom roteiro de viagem para um feriadão! Que tal?

Compartilhar no Facebook
Please reload

Posts Em Destaque

3 dias em Viena!

14 Nov 2019

1/3
Please reload

Posts Recentes

14 Nov 2019

Please reload

Arquivo